5 dicas para gestão de imobiliárias

gestão de imobiliárias

O mercado imobiliário é um dos mais competitivos e, nos últimos anos, em razão da crise financeira, se tornou ainda mais disputado. A gestão para imobiliárias, com essas constantes alterações se torna imprescindível para o seu sucesso.

Muito embora os fatores externos influenciem no desempenho da imobiliária, o que determina se ela vai conseguir sobreviver diante do mercado é a maneira como ela gerenciada, como mantém o controle das despesas e como atende seus clientes.

Portanto, é essencial que a gestão de imobiliárias seja aplicada para atender todos os aspectos externos e internos da empresa, oferecendo maiores garantias de que possa superar os desafios apresentados pelo mercado.

O que é gestão imobiliária?

A gestão imobiliária é formada por um conjunto de ferramentas e práticas que permite à empresa manter sua carteira de clientes, captando, ao mesmo tempo, novos interessados e aumentando a oferta de produtos. Com a aplicação das ferramentas corretas, o administrador poderá aumentar a lucratividade, reduzir seus custos e oferecer aquilo que seus clientes estão esperando.

O mercado imobiliário é um dos mais sensíveis às alterações na economia, e a gestão imobiliária deve ser diferenciada com relação às demais áreas. Dessa forma, sempre que houver alguma mudança macroeconômica, o administrador poderá reduzir os impactos, mantendo seu negócio em constante atividade.

De uma forma geral, a gestão imobiliária deve ser dividida em suas áreas específicas, dando especial atenção à gestão financeira, gestão patrimonial, gestão de pessoas e gestão de clientes.

  • Gestão financeira para imobiliárias

A gestão financeira é a correta organização das entradas e saídas de valores do estabelecimento. Um dos maiores problemas para as imobiliárias é que os valores nunca são fixos, havendo diversas variações entre um período e outro.

Olha que legal este post que fizemos sobre imobiliária: Como montar uma imobiliária? Tudo que você precisa saber!

A receita mais regular para a imobiliária, normalmente, é proveniente das comissões sobre aluguéis, embora seja importante destacar que, para muitas imobiliárias, as comissões não sejam a principal fonte de recursos, exigindo, portanto, cuidados mais criteriosos.

Na gestão financeira para imobiliária é necessário manter o controle sobre as despesas fixas de manutenção do estabelecimento, além das despesas extras, como, por exemplo, o pagamento de comissões aos corretores.

Dessa forma, é essencial que o administrador elabore um planejamento financeiro detalhado, considerando o curto, o médio e o longo prazo, mantendo rígido controle sobre todas as contas a pagar e a receber.

Além disso, para garantir a continuidade das operações, o administrador imobiliário deve manter um fundo de reserva, garantindo que sua empresa possa sobreviver aos altos e baixos do mercado, oferecendo seus serviços sempre com a mesma qualidade.

  • Gestão patrimonial para imobiliária

A gestão de imobiliárias, com relação ao patrimônio, deve dar especial atenção aos produtos oferecidos para seus clientes. O administrador e os corretores precisam conhecer os imóveis sob sua responsabilidade, analisando os contratos relativos a cada um deles e avaliando a necessidade de novos investimentos.

Quando possui imóveis sob sua responsabilidade, a gestão patrimonial também exige os cuidados com os aspectos fiscais e tributários, além de outros assuntos jurídicos, como, por exemplo, a sucessão patrimonial.

No caso de a imobiliária trabalhar com lançamentos, deve considerar a assessoria de um engenheiro ou um arquiteto, podendo oferecer imóveis com a garantia exigida pelo mercado e pelos próprios clientes.

  • Gestão de pessoas para imobiliárias

Uma imobiliária deve manter em seu quadro de pessoal profissionais capacitados para o gerenciamento das rotinas administrativas. No entanto, é necessário manter também os corretores, que são os principais responsáveis pelas vendas de imóveis e pela sua captação.

De uma maneira geral, os corretores são profissionais autônomos, sem qualquer vínculo empregatício com a imobiliária e, nesse caso, é preciso manter uma política de relacionamento adequada.

Um dos principais cuidados exigidos do administrador na gestão de imobiliárias é definir a forma como os novos clientes serão atendidos por cada corretor, evitando dar preferência a um ou outro, estabelecendo ainda as regras para o pagamento de comissões, dependendo do prazo e da forma como os pagamentos serão contratados.

  • Gestão de clientes para imobiliárias

Em qualquer tipo de empresa, o foco maior é o cliente, exigindo, portanto, uma gestão para imobiliárias eficiente. Conhecer o público-alvo e saber o nicho de mercado em que está atuando, é extremamente importante para o administrador imobiliário, permitindo que possa conquistar novos clientes e fidelizar os já conquistados.

As ferramentas atualmente oferecidas pela internet possibilitam manter uma gestão de clientes mais assertiva, utilizando as metodologias aplicadas principalmente para o nicho de mercado a ser atendido e para o perfil do público-alvo que ofereça melhores resultados para a imobiliária.

Essas novas ferramentas permitem criar estratégias de marketing mais eficientes, utilizando menores recursos e trazendo maior lucratividade para a empresa.

Será que a crise afetou sua imobiliária? Olha que artigo fantástico fizemos para você sobre o assunto: Crise x Imobiliárias: rever o modelo de negócios pode ajudar

  • Captação de imóveis na gestão de imobiliárias

Na gestão de imobiliárias é importante garantir a captação de imóveis suficientes para oferecer maior variedade para os clientes. Dessa forma, o administrador deve conhecer a fundo sua região de atuação, identificando os bairros e os imóveis que mais apresentam potencial de valorização, negociando diretamente com os proprietários.

A captação e negociação de imóveis envolve questões que exigem especial atenção, como, por exemplo, uma avaliação de acordo com o mercado, que possa agradar ao proprietário e, ao mesmo tempo, possa oferecer aos clientes o que estão procurando.

Assim, a gestão de imobiliárias exige do profissional administrador um profundo conhecimento sobre sua área de atividade, aplicando técnicas que possam atender ambos os lados e conseguindo bons resultados em suas transações.

Gestão de imobiliárias e capacidade de gerenciamento

É evidente que, para gerenciar da forma correta uma imobiliária, o administrador deve ter grande experiência e conhecimentos específicos para atender proprietários, clientes e corretores.

Ao lado disso, também é de extrema importância que possa contar com um contador também especialista no assunto, podendo se dedicar com mais afinco às suas atividades, sabendo que sua empresa está atendendo todas as exigências legais e tributárias.

A gestão de imobiliárias pode ser mais simples do que muitas empresas de outras áreas, mas os detalhes exigidos fazem com que os cuidados sejam maiores. Portanto, dê atenção aos detalhes.

Seja diferente, inove, evolua, inscreva-se em nossa newsletter !

Em caso de dúvidas, fale com a Total! Nós podemos te ajudar com a contabilidade para imobiliárias, e garantir que os seus investimentos em aprimoramentos e gestão tenham seus riscos minimizados, acontecendo com o máximo de planejamento estratégico!

Sucesso e até logo!