Como montar uma imobiliária? Tudo que você precisa saber!

Nos grandes centros urbanos sempre é muito complicado procurar um imóvel para aluguel ou para comprar. Por isso, montar uma imobiliária sempre é um bom negócio, já que os clientes buscarão contratar seus serviços para buscar o imóvel ideal e pagar os melhores preços.

Para os proprietários de imóveis, a contratação de uma imobiliária também se mostra a melhor solução para a administração de seu patrimônio, deixando que os corretores e administradores possam cuidar da cobrança de aluguéis ou da venda dos mesmos, evitando toda a burocracia exigida nessas transações.

Para montar uma imobiliária é preciso ter conhecimento desse nicho de mercado. Uma imobiliária tem como principal atividade a intermediação na compra e venda de imóveis e nos aluguéis. Embora seja um ramo de atividade um tanto instável, em decorrência da crise econômica, ainda é um setor que oferece excelente lucratividade.

Os lucros de uma imobiliária são provenientes de comissões pelas vendas de imóveis e pela cobrança de aluguel e, portanto, é um segmento que trabalha com prestação de serviços, havendo a necessidade de uma administração criteriosa e detalhada para garantir a sobrevivência no ramo.

Os passos para montar uma imobiliária

Para montar uma imobiliária, como ocorre com qualquer tipo de empreendimento, é necessário, em primeiro lugar, montar um plano de negócios bem estruturado. Com o plano de negócios será possível montar a estrutura da empresa, procurando uma localização de fácil acesso, preferencialmente com estacionamento próprio.

Como se trata de prestação de serviços, a estrutura da imobiliária pode ser mais simples, não havendo necessidade de grandes investimentos. Os equipamentos exigidos são os que irão possibilitar manter contato com proprietários de imóveis e potenciais clientes.

Temos um artigo muito legal para você! Leia agora: 5 motivos para pesquisar os concorrentes da sua imobiliária

Os custos para montar uma imobiliária devem levar em conta a estrutura pretendida pelo empresário. Muitos corretores investem em imobiliárias depois de determinado tempo de trabalho, já que o setor é um dos segmentos econômicos que sempre oferecem boas oportunidades.

Da mesma forma que montar um escritório para profissional liberal, a montagem de uma imobiliária exigirá mais do profissional, com seus conhecimentos administrativos, do que propriamente da estrutura, a menos que o corretor ou empresário esteja voltado para o atendimento de clientes preferenciais que, embora trazendo bons lucros, não são em tão grande número para oferecer o suporte financeiro exigido.

O que o empresário vai precisar para montar uma imobiliária

Para quem já trabalha com imóveis, é um fato conhecido que ser um corretor exige muita criatividade, empatia com os clientes e dinamismo para enfrentar uma jornada de trabalho exaustiva todos os dias, exigindo, muitas vezes, trabalhar aos finais de semana, quando os interessados possuem tempo disponível para procurar um imóvel.

Além disso, o corretor já sabe que a venda de um imóvel não é algo que é feito por impulso. Os clientes, muitas vezes, costumam levar mais tempo para tomar a decisão de compra.

Em razão disso, mais do que apenas boa vontade e dinamismo, é necessário ter paciência suficiente para, em alguns casos, conversar diversas vezes com um cliente interessado, podendo levar até mais de um mês para fechar uma venda, muito embora, em certos casos, a espera valha a pena pelos resultados.

Exigências legais para montar uma imobiliária

Da mesma forma que outras empresas, para montar uma imobiliária é necessário atender uma série de trâmites legais, havendo a necessidade de documentação específica. O empresário responsável deve apresentar comprovação de estar atualizado no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) de sua região, além dos documentos normais.

As regras legais para a montagem de imobiliária são determinadas pela Lei 6.530/1978, regulamentada pelo Decreto 81.871/1978. Havendo outros profissionais corretores na mesma imobiliária, todos devem estar inscritos no CRECI para o exercício da profissão.

Uma das exigências para imobiliárias é que o número do CRECI esteja estampado em toda e qualquer publicidade relacionada à empresa, oferecendo maior credibilidade. Para seu funcionamento legal, além disso, é necessário ainda constituir uma empresa, o que vai exigir o apoio e assessoria de um contador experiente, com conhecimento do setor.

Como se trata de prestação de serviços, ao montar uma imobiliária, é necessário cadastrá-la na Prefeitura do Município de sua localização, recolhendo todas as taxas solicitadas e pagando mensalmente o ISS – Imposto sobre Serviços.

Como divulgar a imobiliária

O verdadeiro trabalho para o corretor que deseja montar uma imobiliária começa depois da implantação da empresa, com a divulgação do seu empreendimento para atrair mais clientes e tornar o seu negócio conhecido.

O plano de negócios é essencial nessa fase, ajudando a estabelecer metas para suprir as necessidades de capital de giro. Vale lembrar ainda que a administração financeira é um dos principais cuidados, mantendo os custos sob rígido controle, principalmente pelo fato de, nos primeiros meses, haver necessidade de investimentos para a manutenção do empreendimento.

A divulgação da imobiliária normalmente é feita através de jornais locais, com anúncios sobre os imóveis disponíveis para venda e aluguel. Em tempo de internet, é essencial manter um site com todos os imóveis, disponibilizando meios de contato para os potenciais clientes.

Quer saber mais sobre imobiliária? Leia esse nosso outro post: Como House of Cards pode ajudar uma imobiliária com os clientes?

Outras formas de divulgação ainda são os tradicionais, como, por exemplo, cartões de visita distribuídos entre os potenciais clientes, banners para anunciar diretamente nos imóveis disponíveis para venda e aluguel e um constante trabalho de contato com pessoas interessadas em comprar ou alugar, além de proprietários que possam disponibilizar seus imóveis para a imobiliária.

Como se trata de um investimento de médio porte, montar uma imobiliária é apenas uma etapa no processo de instalação da empresa. Embora a burocracia possa fazer com que o corretor demore mais tempo do que deseja, seus serviços podem ter continuidade, desde que esteja devidamente regularizado com o CRECI.

Assim, ao mesmo tempo em que estiver trabalhando para montar sua empresa, ele poderá oferecer imóveis para venda ou aluguel, podendo, durante esse tempo, manter o capital de giro suficiente para não ter necessidade de empréstimos ou financiamentos que, como sabemos, cobram juros exorbitantes, prejudicando o bom andamento das finanças do novo empreendimento.

Seja diferente, inove, evolua, inscreva-se em nossa newsletter !

Além disso, sempre é importante contar com um contador experiente, garantindo a legalidade do negócio e possibilitando seu desenvolvimento.

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Total. Podemos te ajudar a começar sua nova imobiliária e garantir a sua estabilidade desde o começo.

Sucesso e até breve!