Planejamento Financeiro para condomínios – tudo que você precisa fazer!

Planejamento Financeiro para condomínios

A gestão de um condomínio depende de muitos fatores, sendo um dos principais o planejamento financeiro para condomínios.

Hoje falaremos sobre alguns dos pontos essenciais para que o planejamento financeiro para condomínios se mantenha estável e à prova de falhas, permitindo que o seu condomínio prospere e não precise se preocupar com desafios, pois se antecipará a todos eles.

Vamos conferir?

Controle Financeiro e as manutenções preventivas – dois itens que precisam andar juntos no Planejamento Financeiro

Podemos começar pelas manutenções preventivas! São elas que cuidam de áreas e outros elementos de uso público, tais como as piscinas, os elevadores, as quadras esportivas e os elevadores do condomínio, assegurando que estes estejam bem cuidados e disponíveis para o uso comum. As manutenções preventivas devem ser realizadas periodicamente, a fim de evitar o desgaste de equipamentos e o risco de acidentes ou de escassez de algum recurso necessário para os moradores.

Temos um post fantástico falando sobre planejamento financeiro para você! Leia agora mesmo: Planejamento Financeiro para condomínios – 4 dicas para ter uma gestão impecável!

Pode parecer um gasto desnecessário, mas é importante que você entenda que a manutenção normalmente sai mais barata do que trabalhar para corrigir um problema, algo que pode ser muito custoso para o condomínio. Portanto, lembre-se que o que parece barato hoje pode sair caro amanhã!

Lembre-se que imprevistos podem acontecer a qualquer momento, e é preciso estar sempre pronto para eles, caso contrário, seus condôminos sofrerão as consequências, e isso impactará diretamente na sua gestão.

É uma questão de cuidar da saúde financeira do prédio. Portanto, é necessário contabilizar todas as despesas relacionadas aos reparos e manutenção preventiva, e criar uma poupança para que o dinheiro não falte.

O Planejamento Financeiro para Condomínios depende dos inadimplentes! Como assim?

Sim, é verdade. Um dos grandes problemas de condomínios é a questão da inadimplência. Portanto, é preciso conhecer bem as pessoas que apresentam a inadimplência como uma característica. Dessa forma, você poderá entender quais são os padrões entre essas pessoas e se manter de olho em sinais de inadimplência entre os condôminos.

O problema da inadimplência só se torna realmente perceptível quando o síndico percebe que existe um rombo nas contas do condomínio, algo que pode acontecer mais cedo ou mais tarde, e que influencia a todos de forma direta.

É preciso se atentar ao orçamento para não sofrer com rombos

Este é um assunto que precisa ser discutido. O orçamento é uma parte importante do planejamento financeiro para condomínios, e se você quiser ser um síndico excepcional, o orçamento precisa estar sempre em pauta.

É importante ter todas as despesas fixas devidamente registradas, pois elas serão repetidas periodicamente e, por isso, devem constar no seu orçamento. Dessa forma, você saberá o quanto tem de dinheiro e o quanto pode gastar.

Lembre-se de sempre registrar todas as movimentações e garantir que as contas do condomínio se mantenham em ordem.

Seja diferente, inove, evolua, inscreva-se em nossa newsletter !

Quer saber mais? Entre em contato com a Total! Será um prazer te atender!

Ainda não acabou! Preparamos mais conteúdo para você! Aproveite e confira dicas para a gestão de condomínios!

Sucesso e até a próxima!