Síndico é profissão ou função? Descubra!

Síndico é profissão ou função

Essa é uma dúvida que aparece com certa frequência nas mentes daqueles que têm como objetivo tornarem-se síndicos de um condomínio. Afinal, síndico é profissão ou função?

Hoje nós descobriremos!

É natural se perguntar isso. Muitas vezes, o condômino não tem total certeza do que significa cada uma dessas palavras. Há a confusão entre uma profissão e uma função, o que torna todo o cenário ainda mais nublado.

A resposta é bem mais simples do que parece. Vamos lá!

O que é uma profissão?

Algo que você, como pessoa, possui. Basicamente, você ocupa uma posição em determinada empresa. Essa posição possui um nome, que é a sua profissão. Em outras palavras, profissão é o termo que nós utilizamos para determinar o cargo ou as funções de alguém.

Viu só?

Agora, vamos para a função!

Outra pergunta, você sabe como contratar e quando contratar um síndico? Confira agora mesmo nosso post feito para você: Síndico profissional – quando contratar?

O que é uma função?

A função é algo que você desempenha enquanto possui determinado cargo em uma empresa. Trata-se de um conjunto de deveres a serem realizados, a fim de obter resultados específicos. Significa que é o que a sua profissão faz.

No caso do síndico, por exemplo:

Síndico – Profissão

Função do Síndico: administrar o condomínio.

É claro que a função foi resumida a algo básico, que nem mesmo faz jus a todas as tarefas desempenhadas pelo síndico. Contudo, esse não é o ponto principal do post, e iremos abordar essa parte a seguir.

Síndico é profissão ou função? O que o síndico deve fazer?

Como você pode notar, o síndico é uma profissão. Qualquer pessoa qualificada pode se tornar um, ocupando essa posição no condomínio e desempenhando sua função, completando suas tarefas e entregando os serviços necessários.

Normalmente, o síndico é alguém eleito pelos moradores para representá-los, e essa pessoa pode ou não ser um morador do condomínio.

Existem dezenas de tarefas que devem ser cumpridas por um síndico. É claro que algumas se sobressaem por entre as demais, portanto, vamos a elas!

Sabe como fazer uma convenção no seu condomínio? Ai vai mais um artigo para você: Como preparar a convenção do condomínio com 3 dicas

Para ser um síndico excepcional:

Você deve saber o que é necessário para agradar os moradores, sem esquecer de representar os interesses administrativos, e não apenas os comuns.

É uma questão de neutralidade. Você precisará enxergar o ambiente como um todo para, assim, ser capaz de fazer tudo que é necessário.

Portanto, será necessário:

  • Ter atenção e cuidado com o condomínio, cuidando do mesmo e garantindo seu funcionamento pleno;
  • Representar os interesses dos moradores, sem esquecer das necessidades administrativas, separando tudo por caráter de urgência;
  • Ser neutro e se aproximar dos condôminos, construindo relacionamentos amigáveis;
  • Observar o que é necessário para assegurar a manutenção do condomínio;
  • Garantir que a convenção seja respeitada.

Tudo isso, além de representar o condomínio em situações judiciais e outras tarefas mais específicas, como a contabilidade e outros pontos administrativos.

Por isso, contratar os serviços de uma administradora de condomínios é essencial! Esse tipo de empresa te ajuda a administrar o condomínio com excelência.

Descubra mais sobre o que faz uma administradora de condomínios.

Seja diferente, inove, evolua, inscreva-se em nossa newsletter !

Agora que você já sabe se síndico é profissão ou função, já pode começar a planejar sua carreira nesse meio.

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Total!

Sucesso e até a próxima.