Síndico profissional – quando contratar?

Síndico profissional

Essa é uma pergunta que muitos condomínios não sabem responder. Contudo, a contratação de um síndico profissional é um processo que pode ser necessário a qualquer momento, e para saber se o seu condomínio deve contratar um síndico profissional, preparamos este pequeno guia, que te ajudará a entender melhor a sua situação.

Pense da seguinte forma: é comum que a eleição para síndicos seja acirrada. Há quem monte chapas, propostas e campanhas que dariam inveja em vários políticos por aí! É uma organização brilhante, para dizer a verdade.

Mas, o oposto também é válido! Tão comum quanto é a situação onde os moradores não possuem conhecimento suficiente para que possam efetuar uma candidatura, ou mesmo para que possam exercer a profissão de síndico. Nesses casos, o ideal é contratar um síndico profissional!

Quando contratar um síndico profissional?

Esse tipo de solução é muito eficaz para condomínios grandes, que demandam cuidados muito específicos para com a estrutura. Ter um síndico profissional na gestão do condomínio significa confiar a administração a alguém com as capacidades necessárias para exercer a profissão.

Quer saber mais sobre síndico? Leia este nosso post: Condomínios Horizontais – oportunidade para se tornar um síndico!

Contudo, isso não significa que a administração de condomínios deve ficar 100% a cargo do síndico. Pelo contrário! Uma administradora de condomínios deve ser consultada e seus serviços utilizados por um condomínio que tem como objetivo manter a estrutura em ordem e as finanças em pleno equilíbrio.

Então, é indispensável contar com a ajuda profissional de quem entende as necessidades contábeis, fiscais e tributárias de um condomínio. Por isso, confiar a gestão a uma única pessoa, que poderia se focar na construção de relacionamentos com os moradores, pode ser uma decisão errônea.

O que faz uma administradora de condomínios?

A administradora de condomínios exerce, para o condomínio, o mesmo papel que uma contabilidade para empresas. Ou seja, a administradora cuidará dos números do condomínio, da saúde financeira e da manutenção da estrutura, isso só para começar.

Temos mais um post sobre síndico para você. Leia agora nosso post: Contabilidade para Síndicos – tudo que você precisa saber

O auxílio desse tipo de empresa é ideal para o condomínio cujo síndico não possui domínio algum sobre as tarefas que precisam ser desempenhadas. Mas, como já foi dito, não deve ser tratado como um recurso a ser utilizado em última instância, quando não existe outra solução. Pelo contrário! É algo que deve ser considerado já no início.

Significa que elementos como:

  • A contabilidade;
  • Gestão de energia;
  • Gestão de água;
  • Administração;
  • Documentação de funcionários;
  • Salários;
  • Consultoria Trabalhista;
  • Consultoria Fiscal;
  • Consultoria Tributária;
  • Direitos de funcionários;

E outros aspectos ficam a cargo da Administradora de Condomínios.

O momento ideal para contratar um síndico profissional depende muito da realidade do seu condomínio. Se você julga que o seu condomínio precisa de mais atenção para com as finanças, a infraestrutura e outros aspectos administrativos, então o ideal é contratar um síndico profissional e o auxílio de uma administradora de condomínios.

Seja diferente, inove, evolua, inscreva-se em nossa newsletter !

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Total!